Workshops desenhados do coração para distintos públicos. Entre os vários que criámos, destacamos os seguintes:

Workshop de Desenvolvimento Pessoal e Organizacional
– para Instituições (3 dias)

Combinando exercícios de auto-reflexão e análise com vivências práticas que nos permitem identificar e transformar os nossos bloqueios e resistências, este Workshop dá-nos a possibilidade de ficarmos a conhecer melhor a origem dos nossos medos, defesas e conflitos, assim como a nossa enorme força interior, e de perceber, gradualmente, o que precisamos de mudar e como fazê-lo.

A partir daqui teremos o caminho aberto para trabalhar o alinhamento da equipa, criando sinergias e harmonia entre todos, desenvolvendo verdadeiros espírito e propósito de serviço em comum, que são pilares-chave para que a mudança organizacional aconteça gradualmente e traga o que todos pretendem e merecem: União e Inspiração!

Os resultados podem ser imediatos alterando pela positiva tanto o modo como nos vemos a nós mesmos/as como a forma de percepcionarmos, sentirmos e reagirmos aos outros e às diferentes situações.


Workshop Desenvolvimento Pessoal em Casa e no Trabalho – para o Público em Geral (3 dias)

Facilitado usando uma abordagem inovadora e prática de estímulo ao auto-conhecimento, este Workshop conduz os participantes ao despertar da consciência, levando-os a rever, entre outros aspectos, os seguintes:

  • Memórias da infância e da adolescência – em prol (do início) da consciência
  • Relação com figuras parentais e outros familiares – em prol (do início) da cura
  • Co-dependência – identificação e mudança
  • Limpeza do coração – transmutando culpa, raiva e ressentimento
  • Relações passionais e conjugais – compreendendo a verdadeira função
  • Relação com filhos/as – em prol da inter-aprendizagem e entendimento mútuo
  • Renovação de pensamentos e linguagem
  • Emprego actual – auto-questionamento
  • Qualidades inatas e sonhos por realizar – identificação, resgate e manifestação

 

Workshop SENTIR, AMAR(SE) & SERVIR – público e organizações (mín. 6 dias)

Este é um momento de mergulho interno. Entrar em contacto consigo mesmo/a e aprender a sentir-se, a conhecer-se, a observar-se e a aceitar-se como está e é. Só assim pode realmente AMAR-SE, melhor ainda relacionar-se com e mais Amar os outros, de forma consciente e responsável, deixando gradualmente de projectar neles/as aquilo que desconhece de si mesmo e resiste a identificar, aceitar e mudar…

Por meio de uma série de exercícios individuais e em grupo, tanto de auto-reflexão e análise como de relaxamento ou então de uso do poder da mente (visualizações criativas), quer através do silêncio e da quietude internas, ou do movimento (vivenciais) e interacção, vamos acalmar o mental e ligá-lo de vez ao emocional, ao verdadeiro estado em que está o coração, colocando o foco no interior, e apenas no interior… Auto-observação e auto-conhecimento aprofundados.

A partir do auto-conhecimento, da auto-aceitação, Consciência, Gratidão e das mudanças que aí iniciamos, temos nesse momento a oportunidade de experienciar o SENTIR do resgate do Amor Próprio (mais incondicional), do Poder Pessoal e da Essência… – Veículo de Amor!

São as mudanças, numa série de padrões de ‘vida’ e de comportamento, sentimento, pensamento (etc.), mudanças que trazem mais auto-respeito, auto-valorização, auto-admiração, auto-nutrição…, que vão permitindo que o Amor-próprio renasça…

Amar os outros, com esta base do Amor por si mesmo/a em pleno resgate, é assim possível, agora sim, Amar outrém sem se o/a controlar, manipular, exigir de ou maltratar… Ama-se de forma respeitosa, desapegada, aberta, livre, destemida, afectuosa e incondicional, estando assim, aqui, o Amor-próprio a ser manifestado, transbordado…
O Ser sentindo a Essência, a fonte, o Jardim Interno, o verdadeiro Si mesmo! O Centro.

Amar… é usar os sentidos alinhados (na vertical e horizontal) com o coração; usá-los de modo carinhoso, afectuoso, compassivo, aberto e confiante, em entrega no momento, com o TOQUE…

Quando se está desbloqueado, limpo de velhos núcleos de culpa, raiva e/ou ressentimento, consegue-se sentir o espírito e a União com o Todo, vivendo-se o despertar e o apelo dos talentos e dons, seguindo-se a intuição, sendo-se criativo e espontâneo… Começa-se a sentir (sempre o sentir como base) qual é o propósito de vida e/ou a missão que nos cabe cumprir…
Novamente a Consciência e a Gratidão estão presentes e aqui aumentam, até…
Servir é Amar, Amar é Sentir(se) e é Servir. Está tudo interligado, e aqui neste Workshop vamos resumir isso, toda a dinâmica, o percurso, o trabalho necessário para o VIVER INTEIRO.
Fazem-se vários exercícios escritos com o propósito de ajudar o/a participante a descobrir/confirmar quais são os seus verdadeiros talentos/dons e qual é a Via de Serviço (ou vias) que lhe cabe percorrer… É óbvio que precisa de ter iniciado o processo de despertar e limpeza e reequilibração internas para poder ser intuitivo, inspirado, decidido e inovador, manifestando Criações com absolutos prazer, entrega e paixão, e vivendo o que lhe é inato.
As que transbordam SENTIR-AMAR!! Grande fonte de Felicidade!
Há todo um processo de desbloqueio de velhos medos, dúvidas, complexos (etc.) necessário!

 

Workshop Relacion@ARTE (fim-de-semana)

Influência do passado e da relação com figuras parentais nos Relacionamentos Romântico-Conjugais (RRC)
Inicialmente, o foco é colocado nas nossas infância e adolescência, por forma a percebermos o que trazemos dessa altura – de interiorizações parentais e de vivências/experiências que nos podem estar a influenciar até hoje sob a forma de inadequados valores/crenças e padrões de pensamento, sentimento, comportamento, reacção (etc.) que aprendemos e que têm na base núcleos de medo, insegurança, carência, dúvida e muito mais. Ao tomarmos consciência do que trazemos de trás como influências negativas, mais facilmente podemos assumir a responsabilidade pelas escolhas feitas e consequências resultantes (em termos de sentimentos e situações que atraímos) e daí também agir em prol de mudanças pessoais construtivas.

Motivações de base para o início, a permanência em e o termo de RRC
Os/as participantes são estimulados a reflectir profundamente sobre o que realmente os motiva (ou motivou) a entrar e/ou continuar com e/ou a romper com algum RRC, para que fiquem com uma percepção clara de que essas mesmas motivações podem ter na base carências várias, tendência para o apego ou dependência emocional, fuga de si mesmo/a, etc. – e não propriamente Amor-próprio e Amor ao próximo.

O sentir perante as escolhas feitas – casamento/filhos/profissão
Dada a influência do passado nas nossas motivações e consequentes escolhas, neste momento do Workshop, os/as participantes terão a oportunidade de rever e partilhar como se sentem e o que gostariam de mudar no seu casamento e na sua condição/postura de mães ou pais, para além de como o seu sentir no trabalho ou na profissão vem afectando esses mesmos relacionamentos – conjugal e com filhos/as. Esta reflexão é importante para que sejam identificadas as mudanças necessárias, em particular na nossa forma de comunicar e Amar…

Comunicação, Valores Pessoais e de Vida
Aqui, os/as participantes serão estimulados/as a identificar ou a rever os seus valores pessoais e de vida, assim como os seus interesses, intenções e motivações, por forma a que percebam de que modo os têm comunicado a e/ou desenvolvido com o seu parceiro/a. A forma ideal de expressar o pensar e sentir, e ainda de escutar (com o coração), é veiculada. E uma vez que é importante a comunhão de valores e interesses num casal, que ambos se identifiquem um com o outro, iremos averiguar que tipo de conflitos surgem quando há desarmonia ou incompatibilidade nesta questão, que pode ser determinante para que um relacionamento continue e progrida, ou esmoreça e termine. Ambas as possibilidades devem ser benvindas.

Sexualidade, amorosidade e afectuosidade
Para muitas pessoas, o sentir, com a mente quieta, com alguma vulnerabilização, com profundidade até, é conseguido essencialmente através do sexo com alguém. Pode porém estar ausente um sentido de conexão, antes de mais de cada um consigo mesmo, e uma real entrega. Considerando a forma como expressam e comunicam o seu sentir ao parceiro/a, os/as participantes terão a oportunidade de rever e partilhar sobre a sua intimidade romântico-conjugal, de como esta se materializa (ou não) pela via da sexualidade, amorosidade e afectuosidade. Motivações, sentires e necessidades de mudança serão aprofundados.

Influência da Família no relacionamento actual
Nesta última etapa do Workshop, os/as participantes serão estimulados a rever e partilhar sobre que padrões de comportamento, pensamento e sentimento (etc.) têm vindo a adoptar, tornando “permissível” a interferência da família na relação do casal. Soluções e mudança de padrões, quer por meio da revisão de valores, quer por via da expressividade/comunicação livres e destemidas, serão identificadas e discutidas, por forma a que tal influência não se transforme em focos de conflito e desentendimento entre o casal e seja assim ponderada e devidamente integrada na dinâmica familiar.